Ano Santo Mariano

quinta-feira, 28 de março de 2013





"Será decisivo repassar, durante este Ano, a história da nossa fé... deve provocar em todos uma sincera e contínua obra de conversão para experimentar a misericórdia do Pai, que vem ao encontro de todos. Ao longo deste tempo, manteremos o olhar fixo sobre Jesus Cristo, «autor e consumador da fé» (Heb 12, 2): n’Ele encontra plena realização toda a ânsia e anélito do coração humano. A alegria do amor, a resposta ao drama da tribulação e do sofrimento, a força do perdão face à ofensa recebida e a vitória da vida sobre o vazio da morte, tudo isto encontra plena realização no mistério da sua Encarnação, do seu fazer-Se homem, do partilhar conosco a fragilidade humana para a transformar com a força da sua ressurreição. N’Ele, morto e ressuscitado para a nossa salvação, encontram plena luz os exemplos de fé que marcaram estes dois mil anos da nossa história de salvação" (Carta Apostólica "Porta Fides", Bento XVI).

Na beleza e profundidade destas palavras, expressamos ao Senhor a nossa gratidão ao Cristo Ressuscitado, de nos conceder uma vez mais de levar a toda a nossa Diocese a LUZ de Cristo na chama ardente que chamega dos círios pascais - confeccionados pelas nossas Irmãs - que a partir da Noite Santa da Páscoa do Senhor iluminará em todos os recantos de nossa Cidade e Diocese.

Seguem algumas fotos das Irmãs na confecção dos círios:







Em tudo e por tudo: BENDIGAMOS AO SENHOR !!!

quarta-feira, 27 de março de 2013


“Queridos irmãos e irmãs, na Semana Santa, centro de todo o Ano Litúrgico, somos chamados a seguir Jesus pelo caminho do Calvário em direção à Cruz e Ressurreição. Este é também o nosso caminho. Ele entregou-se voluntariamente ao amor de Deus Pai, unido perfeitamente à sua vontade, para demonstrar o seu amor por nós: assim o vemos na Última Ceia, dando-nos o seu Corpo e o seu Sangue, para permanecer sempre conosco. Portanto, a lógica da Semana Santa é a lógica do amor e do dom de si mesmo, que exige deixar de lado as comodidades de uma fé cansada e rotineira para levar Cristo aos demais, abrindo as portas do nosso coração, da nossa vida, das nossas paróquias, movimentos, associações, levando a luz e a alegria da nossa fé. Viver a Semana Santa seguindo Jesus significa aprender a sair de nós mesmos para ir ao encontro dos demais, até as periferias da existência. Há uma necessidade imensa de levar a presença viva de Jesus misericordioso e rico de amor” (Papa Francisco, 27.03.2013).

domingo, 24 de março de 2013


quarta-feira, 13 de março de 2013


Tecnologia do Blogger.

Últimas Postagens